Provavelmente, você conhece alguém que é diabético. Seja na sua família ou no seu círculo de amigos, jovem ou idoso, homem ou mulher. A realidade é que a doença atinge a muitas pessoas e demanda medicação contínua e grandes mudanças no estilo de vida. A novidade é que já existem profissionais utilizando cúrcuma no tratamento de prevenção da diabetes tipo 2.

Atualmente, associamos a palavra pandemia à Covid-19. É inegável o grande impacto global que o vírus causou e o quanto a prevenção é ainda necessária. Entretanto, o mundo está em constante contato com outras doenças, cuja incidência seria quase digna de uma pandemia. São doenças silenciosas, crônicas e que, quando não controladas, podem trazer sérias consequências. A diabetes é um ótimo exemplo disso.

Quer entender melhor como funciona esse tratamento preventivo? Então acompanhe a leitura abaixo.

AGENDE HOJE SUA CONSULTA COM A DRA MARIANA ARAUJO- SAIBA MAIS!

O que é a diabetes tipo 2?

Enquanto a diabetes tipo 1 é o resultado de um ataque do próprio sistema imunológico ao pâncreas do paciente, comprometendo a produção de insulina; no tipo 2, o pâncreas funciona normalmente. Entretanto, o corpo desenvolve uma resistência à insulina, que faz com que os níveis normais não sejam suficientes para controlar a glicose, fazendo com que o órgão precise produzir mais e mais, e assim trabalhe no limite da exaustão. Com o passar dos anos, ele fica “cansado” e passa a não mais produzir a insulina.

Embora ambas se caracterizem pelo excesso de açúcar no sangue, as causas são diferentes. No tipo 1, não há muito o que fazer, já que se trata de uma falha no próprio organismo. Já o tipo 2, o estilo de vida é o principal vilão, principalmente o ganho de peso, alimentação e o sedentarismo. Isso significa que há meios para evitá-la.

Como evitar a diabetes tipo 2?

Um grande fator de risco para a resistência à insulina é a obesidade. Por essa razão, é importante evitar o sobrepeso, a partir de um estilo de vida mais saudável. A ingestão de alimentos gordurosos e o sedentarismo também entram na lista dos fatores de risco. Outra questão é que muitas pessoas recorrem também à medicina natural. Talvez, se o tratamento preventivo fosse mais disseminado, conseguiríamos reduzir os números da doença em nosso país.

Qual o papel da cúrcuma no tratamento de prevenção da diabetes tipo 2?

Curcuma no tratamento de prevencao da diabetes tipo 2

De acordo com alguns estudos, a cúrcuma possui substâncias que, entre outras propriedades, também é hipoglicêmica e imuno-modeladora. O produto já foi testado para esse fim em animais e, conforme estudos, também funciona em humanos. E não basta utilizá-la como tempero em seus pratos. Você pode conversar com o seu médico a respeito de uma suplementação.

A cúrcuma no tratamento de prevenção da diabetes tipo 2 pode ser ingerida em forma de cápsulas, disponíveis para vendas em farmácias de produtos naturais. Entretanto, é necessário consultar um profissional da saúde a respeito da dosagem e das formas de utilizá-la. Mas lembre-se sempre de que isso não isenta você dos cuidados com a alimentação que essa prevenção também demanda.

E você? Tem alguma dúvida sobre a diabetes tipo 2? Deixe seu comentário abaixo e compartilhe conosco.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.